Notícias

Fique por dentro das notícias da cidade e região.

Ações para prevenção estão sendo realizadas

  • Data: 07/Nov/2018

As secretarias municipais de Saúde e Agricultura, com o apoio da Secretaria de Urbanismo, Ambiente e Mobilidade Urbana, Secretaria de Obras, Vigilâncias Ambiental e Epidemiológica e EMATER estão desenvolvendo ações conjuntas para prevenir e eliminar os mosquitos borrachudos em Nova Prata.

Na próxima sexta-feira, 09, às 9h30min, na Casa da Cultura acontecerá a capacitação dos aplicadores do BTI, inseticida biológico (Bacillus thuringiensis israelensis).  

Sobre o mosquito

O mosquito borrachudo é um inseto da família dos simulídeos, mas que não tem nada a ver com o pernilongo. Os borrachudos gostam de voar durante o dia, com sol quente e ainda bem pequenos. A fêmea é quem dá a picada e se alimenta do sangue de mamíferos. A região da pele atingida incha porque quando o inseto pica injeta uma substância que provoca uma reação alérgica na pele.

A fêmea adulta deposita os ovos em folhas e galhos submersos em água corrente dos riachos. Os ovos viram larvas e pupas, e depois de 25 dias o borrachudo adulto sai de dentro da água. Quando a fêmea é fertilizada, procura um mamífero para picar, porque o desenvolvimento dos ovos que ela carrega depende da proteína do sangue, que pode ser o de um ser humano.

Ao contrário do mosquito da dengue, por exemplo, o borrachudo não gosta de água parada, e quanto mais sujeira houver, melhor para ele. As larvas se alimentam de matéria orgânica por isso, lixo e dejetos de animais são o combustível para o criatório do borrachudo.

Outras notícias