Notícias

Fique por dentro das notícias da cidade e região.

Autor da Serra narra memórias de viagens à Itália em novo livro

  • Data: 22/Out/2021

Geraldo Farina lança publicação nesta sexta, em Bento Gonçalves

 

Um hábito que acompanha o professor e maestro Geraldo Farina, 73 anos, desde muito tempo é o de escrever uma espécie de diário toda vez que viaja. 

– Quando estou fora, não durmo sem antes escrever umas 15 linhas sobre o dia. Também tenho o costume de guardar minhas agendas desde a década de 1980, são auxiliares da minha memória – justifica o morador de Bento. 

Foram essas anotações e registros de suas sete viagens à Itália que “salvaram” os dias de Farina durante a pandemia, período em que esteve impedido de exercer suas atividades usuais. Para ocupar o tempo, o autor decidiu organizar tudo que tinha sobre essas idas ao país de origem de sua família, lançando também um olhar introspectivo sobre suas próprias percepções. Assim nasceu Italia Bella - Viagens, memórias e reflexões, sua sétima publicação, com lançamento previsto para esta sexta (22), em Bento.  

A maior parte das viagens descritas em detalhes no livro foram realizadas com os grupos de coros que Farina comandou até 2018. Mais de 200 pessoas o acompanharam em incursões por festivais e programações culturais em cidades como Padova, Cittadella, Este, Bassano del Grappa, Trento, Roveretto, Villa Lagarina, Brentonico, Verona, Lago di Garda, Veneza e Roma. Esses personagens acabaram inclusos na narrativa literária do maestro. 

O livro remete ainda às memórias de uma viagem muito especial, feita ao lado da esposa, Leniz, e considerada pelo autor como crucial para que as demais idas à Itália também ocorressem. 

– Foi nossa viagem dos sonhos, vendi o carro e torramos tudo (risos). Ficamos mais de 40 dias por lá, pegávamos o trem e a cada dia conhecíamos um lugar novo. Vivemos intensamente o companheirismo descobrindo a Itália. E foi ela (esposa) quem me deu segurança para levar os grupos de coros nas viagens que vieram a seguir – conta, sobre o roteiro realizado em 2007.  

Além dos relatos cheios de afeto sobre as aventuras vivenciadas na Itália, o livro traz ainda uma relação muito forte com a identidade cultural serrana, marcada pela imigração italiana. A primeira viagem de Farina ao país foi justamente para investigar a história de sua família – seu avô chegou no Brasil em 1892. Como viajante, aliás, o autor valoriza muito a possibilidade de aprofundar conhecimentos: 

– Para fazer turismo, é importante a gente sentir, vivenciar. Eu gosto de buscar a raiz e uma das vertentes do meu livro é tentar mostrar a necessidade de se aprofundar, de ver as coisas com mais calma, de pesquisar mais.  

Outra particularidade interessante da obra é o paralelo que propõe com o momento da pandemia. O último capítulo também traz um texto de caráter mais existencial, no qual Farina celebra a vida depois de ter vencido a covid-19. “No meio do tiroteio cerrado, o meu olhar continua voltado para a luz”, escreve ele. 

Saiba mais

  • O livro: "Italia Bella - Viagens, memórias e reflexões", de Geraldo Farina. 
  • Lançamento: nesta sexta (22), em encontro para convidados no Restaurante e Churrascaria Zandonai, em Bento Gonçalves. 
  • Onde comprar: na Don Quixote e na Livraria da Paróquia Santo Antônio, em Bento Gonçalves; e na Gráfica Expressa Origami, em Nova Prata. Pedidos também podem ser feitos pelo e-mail maestrogeraldofarina@gmail.com 

 

Fonte: Pioneiro

Foto: Camila Farina / Divulgação

Outras notícias